sexta-feira, julho 21, 2006

Natural Glitter

Obrigada a toda esta revolução, não sabia que era assim tão importante mas vou continuar no retiro... sinto que o meu brilho já aumenta, mas ainda tenho que refazer as minhas resoluções, uma especie de despiste emocional.
Estou a colher o melhor de mim, fazendo um melting harmonioso válido. A metamorfose está em curso, a ausência publicitada é essencial, é o meu investimento pessoal para soluções concretas. Estou numa viagem agradável com fitas de atracção, humores, de tragédia, comédia, de destruíção e algum erotismo à mistura, isto tudo bem aconchegado com pedaços de melodias inéditas e clássicos repentinos míticos. Do amor impossível ao consagrado movimento de fuga. Erros estranhos, (sem) o inevitável, com a qualidade de um hábito que produz memória, a minha. Estou a olhar para as cicatrizes fulminantes, elogiando a minha mundividência burlada pelo culto ao próximo. Sem pompas funebres, sem vencedores ou vencidos... apenas um bom argumento de idílios absolutos. Decomponho-me agora, para logo, depois, sair deste deserto em apoteose, aparecerei numa justeza intocável, num hedonismo típico infantil à espera do meu próprio prazer.
No final prometo festa rija na Penha.

6 comentários:

Anónimo disse...

Que estado de graça é esse?
Um narcisismo de auto satisfação?
És demasiado bonita para ficar trancada em casa, tens muitos anos para fazê-lo de forma mais eficaz.

Kinder Surpresa disse...

Fui buscar o dicionário, já volto.

totte disse...

Estou contigo Kinder, esta senhora está muito marada... Deve ser das vitaminas que anda a tomar.

revenge disse...

O amor tem destas coisas ridículas, a pessoa parece um livro de estilo, armada em prontuário.

Anónimo disse...

O estado em que está este blog é de serviços mínimos??!!

Sumares disse...

Não percebi nada como sempre...

Mas é quando, a festa?