sexta-feira, julho 28, 2006

Pronto, foi-se!

Despudor... o desejo é uma rima, um fogo que inflama mesmo à distância. Tanta tentação que é impossível ser coerente, que nos invadiu de repente como se fossemos crianças inocentes. Mas o tempo parece parar as incertezas, os pensamentos em devaneios.
Hoje,
eu mando, comando, ordeno: Acabou o convite silencioso que personaliza o pecado.

Quem é o prisioneiro de Quem?

6 comentários:

Anónimo disse...

Terminou o romance? Mas tinhas um?
Só se foi durante o dito aclamado retiro.Poupa-nos, ainda nem se quer estamos no pico do Verão, muitos pecados vais cometer!

1/4 Vigor disse...

Já viste no que dá andares numa de Suéca?
É só jiggles...

revenge disse...

O dia agitado de ontem fois assim tão mau? Alguém magoou a bebé?

Interpol disse...

Desafoga essa magoa num vodka, que queima logo tudo!

totte disse...

Como podes estar triste. O nosso sporting ganhou a FDP dos lampiões!!!!

Kinder Surpresa disse...

Ai é? E o Roy Lichenstein tem culpas no cartório?