segunda-feira, dezembro 04, 2006

The Blues

Não costumo ser problemática, mas quando se armam em galos bravos opinando certos e determinados comportamentos meus, começo a ponderar em demasia e acabo por falecer qual planta de estufa exposta ao sol...
Não tenho justificação em ser cruel ou fria, ou até mesmo intolerante, não dito regras frígidas armadas, sou como sou, e sou assim... quem gosta fica, quem ousa descobre e quem sente permanece... vem este pensamento ainda a propósito do fim de semana ressacoso que tive de passar e das conversas produzidas à laia de rapidinhas. Não há solução para o desamor, que (ainda) não possuo. Não há poções mágicas para quem não nos quer, nem feitiços para reverter cisões, isso estou bem certa... Ninguém obriga ninguém. Ao fim de uma noite mal dormida cheguei à conclusão... na verdade isto não passa... de um querer armado em um NÃO PODER?!

1 comentário:

Mak, o Mau disse...

E, na sabedoria dos antigos, já se dizia "Quem pode pode, quem não pode, pudesse" ;)