segunda-feira, abril 02, 2007

Vias Tácticas

A ver pelas modas ainda não é esta semana que se arranja tempo para usar os inúmeros vestidinhos adquiridos para o clima ameno primaveril, já se entrenha de forma tímida. Constatei durante a minha incursão à capital de consuno durante este fim de semana que, agora, todas tipas usam vestidos, pois é fashion, é nice... é da estação.
Pronto, a partir do momento que vi certa malta a enfiar-se num look 60's, sinto o receio que o banal vem aí, acreditando na massificação de estilo... ai, ai... mesmo com o novo corte de cabelo e nunces mais escuras, alguns acessórios mais vintage e um ar menos combalido, acredito que ainda preciso de repouso e de muita paciência para voltar às lides sociais, não posso ser alarve. Começo por hoje, a ver o meu rico sporting no sofá lá de casa, a ter esperança no seu bom desempenho e esperar por sorver um caldinho... não arrumo nada que não seja prioritário... vou arrancar a soneca devida para amanhã continuar fresquinha que nem uma alface.
Baby steps, Kat... Baby steps!

4 comentários:

Mafa disse...

A moda é andar de vestido quer fique mal ou bem o bom é usar, isso sim, ridiculariza um bocadinho o que é "ser-se fashion".
Esperando, mas não desesperando vai chegar a altura de passear charme e estilo com os teus vestidinhos, e isso juntamente com um novo look, oh gosh! :P

(curiosidade: és mesmo vegetariana?)

Kat disse...

Cara Mafa,

Eu pavoneio-me quer seja moda ou não, é esse o meu estilo... Não pergunto, a minha atitude é assim, quer seja vanguardista ou muito retrogada.
Sou mesmo, mas mesmo mesmo vegetariana. Por mais que os meus amigos chegados torcem o nariz... Há uma regra que sigo sobre essa minha opção, não como carne, mas não fumento esse estado não tento ser fundamentalista. A decisão foi minha, so live with it!

Mafa disse...

Compreendo, só fiz aquela observação em crítica das pessoas que vestem vestidos porque está na moda sem pensar se fica bem ou não, até porque já tinha percebido pelos antigos posts que tens o teu próprio estilo que, ou muito me engano ou é retro (coincidindo com a moda actual).
Acho que és a primeira vegetariana que não tem um porquê, normalmente diria-te que não gosto de fundamentalismos mas sim de opiniões fundamentadas, porém a decisão a ti coube e isto cada um sabe de si, mania têm as pessoas que tudo tem de ter uma justificação.
E, sem torcer o nariz mando-te um beijinho.

Kat disse...

Obrigado pela observação, é saudável.Por isso mesmo respondi.
Continuo a afirmar: Não importa estar na moda, importa, é ter personalidade e saber usá-la.