quinta-feira, abril 27, 2006

Tanta fita que já sou uma longa metragem

Pois é, o Indie anda a dar cabo de toda a minha vida social, a verdade é que desde que o festival começou, ele é curtas, ele é longas, ele é festas... tudo em prol da 7ª arte. Os amigos e conhecidos bem que me tentam, e vem para aqui e vai para ali, não faltes estas e este realizador é fantástico... e eu vou feita barata tonta.
Eu sei... que o cinema é algo que me fascina, desde pequena.
Este culto, que por muitas das vezes se tornou doentio no facto de torrar o meu ordenado em fitas e afins... e de me fazer passar noites e dias em claro... é um facto correcto, mas para mim vale bem a pena...eu vivo de imagens... de diálogos, de formas e encantos... e tudo isso é plástico, é o grafismo que alguém já transpôs para a lente.
Até agora conheci realizadores bem simpáticos... Jay Rosenblatt, François Bonenfant e Melville Poupaud além do privilégio de Nobuhiro Suwa. Ora ora... são pormenores... simples pormenores que amanhã já estarão esquecidos e passarão a simples nomes de cartaz, ou talvez não.
Confesso que estou cansada, mas contente por estar mais rica e sinto-me tão leiga ao pé destas gentes... mas ávida de aprendizagem.
Ao menos sou humilde... e hoje há mais trailers em visionamento...

3 comentários:

Hebe disse...

AINDA NÃO FOI DESTA QUE EU DESFRUTEI DE UMAS SESSÕES INDIE, MAS VOU À FESTA NO SÁBADO, NA GRAÇA. VAIS?

Kat disse...

Depois dos KINGS OF CONVENIENCE estou lá....

Hebe disse...

Já não consegui bilhete pros KING, mas soube que foi magnífico.......

Fui à festa de encerramento do INDIE, mas a acústica estava péssiam, além do ambiente excelente........ Gostaste? Não te vi lá... LOL